Aprosoja denuncia risco de conflito armado no Sul do Piauí

Entidade fala da presença de homens armados “rondando o fórum” do município de Ribeiro Gonçalves.

O presidente da Associação dos Produtores de Soja do Piauí (Aprosoja-Piauí), Alzir Neto, teme a ocorrência de conflito com violência na região do Cerrado, no Sul do estado. Ele denunciou, hoje (18), que homens armados foram vistos “rondando o fórum” do município de Ribeiro Gonçalves.

Segundo ele, o risco de um ataque ao fórum tornou-se possível após uma decisão judicial que derrubou a reintegração de posse de uma área de terras em Baixa Grande do Ribeiro. O suposto proprietário não comprovou a titularidade nem a realização de benfeitorias no local.

Na opinião dos produtores de soja no estado, tudo aponta para uma tentativa de grilagem, com a participação de um grupo de grileiros da Bahia. As autoridades locais já foram informadas desta possibilidade, a fim de que sejam tomadas as medidas necessárias.

Alzir Neto considera que a situação “é muito delicada, a gente precisa responder com a maior rigorosidade possível porque uma área como essa, com dois títulos legítimos do Governo, não pode ser reintegrada a um grupo de pessoas que não tem qualquer documento” de propriedade.

 

Deixe uma resposta