Escolas estaduais se preparam para retomar aulas presenciais

Os estabelecimentos de ensino reduziram o número de carteiras nas salas e instalaram pias e pontos com álcool em gel.
Escolas estaduais são preparadas para a volta às aulas (Foto: Divulgação/CCom)

As escolas estaduais com turmas de 3º ano do ensino médio estão se organizando para receber os alunos da retomada das aulas presenciais no Piauí. Os estabelecimentos serão reabertos no dia 19 de outubro, conforme decreto da Secretaria Estadual da Educação (Seduc).

Antes de reiniciar as atividades, as escolas terão que apresentar um plano de segurança referente às recomendações da Vigilância Sanitária para garantir o distanciamento entre as pessoas, uso de máscaras, higiene e limpeza dos espaços.

“O cronograma de retorno começa com a preparação das escolas, com uma pesquisa com professores e alunos, com relação aos protocolos sanitários, para evitar a disseminação do novo coronavírus”, disse o secretário Ellen Gera.

De acordo com o calendário, os funcionários administrativos assumiram os seus postos no dia 28 de setembro. Em 5 de outubro, retornam os professores.

“As equipes devem elaborar um plano pedagógico para o retorno das aulas, seguindo o modelo híbrido que mescla atividades remotas e presenciais e respeitando a lotação e carga horária do professor”, explicou o secretário.

O Centro de Educação em Tempo Integral (Ceti) Rama Boa, em Altos, já recebeu os pais para assinar o termo de retorno dos filhos. No Ceti Solange Viana, em Teresina, todos os alunos aceitaram retornar.

O Ceti Didácio Silva, no bairro Dirceu Arcoverde, na zona Leste de Teresina, começou na semana passada a reorganização das salas e sinalização do prédio para receber os alunos, com toda a segurança necessária.

De acordo com a diretora do Didácio Silva, Maria do Desterro, a escola tem 171 alunos no 3º ano do Ensino Médio, com 26 professores. Os estudantes podem optar por continuar assistindo as aulas pelo sistema remoto.

A diretora da Unidade de Ensino e Aprendizagem da Seduc-PI, Maria José Mendes, disse que as atividades presenciais as escolas devem priorizar revisões, simulados e reforço escolar. Haverá revezamento de alunos para evitar superlotação das salas.

“A Seduc está promovendo vários encontros virtuais voltados para orientação pedagógica do modelo híbrido de ensino, sempre priorizando a carga horária do professor, a saúde de toda comunidade escolar e o aprendizado dos estudantes”, informou Maria José.

Com informações da Seduc-PI

 

Deixe uma resposta