Supermercados de Teresina voltam a funcionar aos domingos

Postos de combustíveis, padarias, bares e shoppings poderão abrir a partir do próximo domingo.

Depois de mais de dois meses, os supermercados, postos de combustíveis e padarias, entre outros estabelecimentos, voltam a funcionar aos domingos em Teresina. A flexibilização que já tinha sido iniciada aos sábados, agora se estende por todo o final de semana, segundo a Prefeitura da cidade.

O prefeito Firmino Filho disse que a flexibilização é possível graças aos números da doença em Teresina, que vêm apresentando queda.

“O vírus ainda circula na nossa cidade, mas a situação já está mais controlada, com o número de mortes e de internações, bem como a procura por UBSs que atendem a pacientes com síndromes gripais, em queda. Isso nos dá mais tranquilidade para a retoma das atividades também aos finais de semana”, afirmou.

A recomendação é de que todos os setores mantenham as medidas de segurança para evitar o contágio com o novo coronavírus, que já infectou mais de 29 mil pessoas na capital e matou 960 pessoas.

O Centro de Operações em Emergência (COE) vai continuar o monitoramento da pandemia para avaliar o impacto da reabertura na evolução da Covid-19 na capital. O avanço ou retrocesso da flexibilização vai depender dos números da doença nos próximos dias.

Há duas semanas, a Prefeitura liberou o funcionamento do comércio de rua e dos shoppings centers aos sábados, além de ampliar o horário de atendimento ao público. As lojas dos shoppings, por exemplo, voltaram a abrir das 10h às 22h.

A medida também beneficiou os bares e restaurantes, que até então podiam funcionar apenas de segunda a sexta-feira. O problema com estes estabelecimentos são os registros de aglomerações, além de extrapolar o expediente, que deve encerrar às 22h.

Por causa da pandemia, as atividades econômicas foram suspensas em março deste ano. A retomada gradual dos negócios começou em julho. Apenas as escolas ainda não retomaram as atividades presenciais, mas mantém as aulas remotas.

No setor de eventos e de entretenimento, cinemas e teatro podem atuar com apenas 40% da capacidade. Os grandes shows podem acontecer pelo sistema de drive-in, segundo a Prefeitura.

 

Deixe uma resposta