Ideb: Piauí avança em todas as etapas de ensino, diz Seduc

O estado bateu a meta nos anos iniciais do Ensino Fundamental e cresceu nos anos finais tanto do Ensino Fundamental como do Ensino Médio.
Alunos do ensino médio na rede estadual (Foto: Reprodução)

O Ministério da Educação (MEC) divulgou terça-feira (15) os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). De acordo com a Secretaria Estadual da Educação (Seduc), o Piauí registrou crescimento expressivo em todas as etapas de ensino avaliadas em 2019, evidenciando a melhora constante e ininterrupta do desempenho da educação no estado desde 2005, quando a série que avalia a qualidade da educação teve início.

Dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) apontam que no Ensino Fundamental – anos iniciais, a rede estadual teve um crescimento de meio ponto percentual, garantindo 6.0 em 2019, 1.5 acima dos 4.5 projetados para este ano. Nos anos finais do ensino fundamental, a rede pública estadual avançou 0.3 pontos em relação ao Ideb anterior, saindo de 4.0 (2017) para 4.3 (2019).

Assim como nos anos iniciais e finais do Ensino Fundamental, o Piauí também teve um aumento positivo no nível do Ensino Médio, registrando crescimento de 3,3 (2017) para 3,7 (2019). Um avanço histórico de 0.4 pontos, tornando-se uma das redes estaduais de Ensino Médio a registrar ganhos no Ideb em todas as edições de forma consecutiva.

“A principal característica da trajetória do Piauí no Ideb é o crescimento constante desde que a avaliação foi criada até agora. Batemos a meta nos anos iniciais do Ensino Fundamental e crescemos significativamente nos anos finais tanto do Ensino Fundamental como do Ensino Médio. No Ensino Médio, a nota 3.7 nos coloca como o terceiro melhor Ideb entre os estados do Nordeste. Quem faz educação sabe que não é fácil ter um crescimento de 0.4 entre um ciclo de dois anos de medição”, disse o secretário estadual da Educação, Ellen Gera.

De acordo com o gestor, a constante evolução na educação da rede pública é resultado direto dos investimentos que o Governo do Piauí, por meio da Secretaria Estadual da Educação, vem fazendo em programas e projetos que trabalham o avanço dos alunos.

“Trabalhamos com ações específicas como Pacto pela Aprendizagem, Circuito de Gestão Jovem de Futuro e o Mais Aprendizagem, que tem dentro do seu pacote de trabalho a aceleração de aprendizagem em Português e Matemática, além de formações para os professores da rede se manterem sempre atualizados”, afirmou Ellen Gera.

Para o secretário, parcerias importantes como as executadas com a Fundação Lemann e Instituto Unibanco ajudam a fortalecer a gestão escolar e contribuem para o avanço da aprendizagem, combate à evasão, abandono e reprovação dos estudantes.

“Se analisarmos separadamente os componentes utilizados para chegar à média do Ideb, como aprendizagem dos estudantes em Português e Matemática, medido pela prova do Saeb, e o indicador relativo da taxa de aprovação, podemos observar como o Piauí avançou”, disse Ellen Gera.

Segundo ele, com relação ao desempenho dos alunos no Saeb, no Ensino Médio, “saímos de 247 (2017) para 262 (2019), em Português, e de 251 (2017) para 260 (2019), em Matemática. Outro fator que impulsionou o crescimento do estado nesta etapa foi o crescimento do índice de aprovação que passou de 86%, em 2017, para 87%, em 2019”.

CCom

 

Deixe uma resposta