Piauí ultrapassa 80 mil casos de Covid, diz Sesapi

O Brasil atingiu nesta quinta-feira pouco mais de 4 milhões de casos acumulados de Covid-19.

O Piauí atingiu hoje o número de 80.750 casos confirmados de Covid-19, com 1.868 óbitos em decorrência da doença provocada pelo novo coronavírus. Os dados foram divulgados na noite desta quinta-feira (3) pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesapi).

Nas últimas 24 horas foram registrados, 1.031 casos confirmados e 13 mortes. Os mortos eram de Teresina (7), Floriano, Piripiri, Santa Cruz do Piauí, Santo Inácio do Piaui, Uruçuí e Valença do Piauí.

Até agora, 163 municípios piauienses contam com vidas perdidas para a infecção. Teresina tem a maior quantidade de vítimas (922), seguida por Parnaíba (131), Picos (57), Barras (52), Campo Maior (41) e Água Branca (33).

A capital também lidera o ranking das cidades cinco cidades com maior volume de casos, com 26.039 infectados. Na sequência, aparecem Parnaíba (6.307), Picos (2.935), Barras (2.439) e Campo Maior (2.129).

Apenas um dos 224 municípios do estado ainda não entrou para o mapa da pandemia: Canavieira – que faz um trabalho rigoroso para evitar a entrada de pessoas com suspeitas da doença.

Brasil: 4 milhões de casos

O Brasil atingiu pouco mais de 4 milhões de casos acumulados de Covid-19, segundo informa o balanço do Ministério da Saúde divulgado hoje (3). Desde o início da pandemia, 4.041.638 pessoas foram infectadas com o coronavírus.

Entre ontem e hoje, as secretarias de saúde acrescentaram às estatísticas 43.773 novos pacientes diagnosticados com a doença. Ontem o sistema de dados sobre a pandemia trazia 3.997.865 casos desde o início da pandemia.

Ainda conforme a atualização, a pandemia do novo coronavírus é responsável por 124.614 mortes. Nas últimas 24 horas, foram registrados 834 novos óbitos em decorrência da doença.

O boletim informa também que a taxa de recuperados aumentou, e já passa de 80% do número total de vítimas. O Brasil registra 3.247.610 pacientes recuperados – 80,4% do total de infectados. Outras 669.414 pessoas ainda estão sob cuidados médicos e são consideradas casos em acompanhamento.

Da Redação e Agência Brasil

 

Deixe uma resposta