Retomada das aulas presenciais no Piauí pode ficar para 2021

Governador Wellington Dias sugere o retorno em 2020 apenas para o 3º ano do ensino médio, por causa do Enem.

A retomada das aulas presenciais na educação básica foi discutida nesta terça-feira (1) na reunião do Comitê de Operações Emergenciais (COE), que define o retorno das atividades em tempos de pandemia do novo coronavírus. Ainda não há uma data para a reabertura das escolas, o que pode acontecer somente em 2021.

O governador Wellington Dias sugeriu um diálogo envolvendo representantes das escolas públicas e particulares, pais de alunos, e membros do COE, para avaliar o retorno especificamente para o 3º ano do ensino médio. O objetivo é evitar que os alunos sejam prejudicados no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que dá acesso à educação superior.

“Esta abertura envolveria entre 60 e 70 mil pessoas, cerca de 7% do público total do setor de educação. Estamos tratando de estudantes com maior maturidade, cientes dos cuidados que devem tomar. O objetivo é reduzir a desigualdade do alunado do Piauí com o de outros estados, visto que eles vão entrar numa concorrência âmbito nacional (Enem)”, disse o governador.

Com base no cronograma atual, a volta às aulas presenciais está prevista para dia 22 de setembro. Mas na reunião de hoje o COE optou por aguardar um posicionamento do Comitê Científico do Nordeste, que tratará do assunto nesta semana. Só então será decidido qual posição prevalecerá em nível estadual.

Desde o início da pandemia, as aulas estão sendo transmitidas pela internet.

Com informações da CCom

 

Deixe uma resposta