Piauí soma 58 mil casos de Covid-19 e 1.452 mortes

Até agora, de acordo coma pasta, apenas três dos 224 municípios piauienses não têm conformações da presença do novo coronavírus.

Mais 1.290 casos e 16 óbitos pelo novo coronavírus foram registrados nas últimas 24 horas no Piauí. Assim, o estado chega 58.390 diagnósticos positivos para a Covid-19, com 1.452 vidas perdidas, segundo o boletim de hoje (6) da Secretaria Estadual da Saúde (Sesapi).

Até agora, de acordo coma pasta, apenas três dos 224 municípios piauienses não têm conformações da presença do novo coronavírus. E 136 cidades contam com mortes provocadas pela infecção respiratória grave.

De ontem para hoje, a Sesapi registrou mortes em Teresina (7), Parnaíba (2), Barras (2), Cocal, Jurema, Piripiri, Redenção do Gurguéia e Picos.

As cinco cidades com maior número de mortes por Covid-19 são a capital, com 753 vítimas, Parnaíba (117), Barras (37), Campo Maior (32) e Picos (30).

Segundo os dados do governo, estes mesmos municípios registram mais casos da doença: Teresina (19.349), Parnaíba (5.637), Picos (2.241), Campo Maior (1.845) e Barras (1.647).

Internações

Dos leitos existentes na rede de saúde do Piauí para atendimento à Covid-19, 723 estão ocupados, sendo 420 leitos clínicos, 282 UTIs e 21 no setor de estabilização. O total de altas médicas chega a 2.474.

Por causa da redução no volume de internações por conta das complicações causadas pelo coronavírus, a Secretaria da Saúde traçou um plano para a desativação de leitos. O processo vai começar pelo fim do contrato com os hospitais particulares, que cediam vagas de UTI aos pacientes de Covid.

Brasil: 98 mil mortes

O balanço diário do Ministério da Saúde aponta para 98.493 mortes desde o início da pandemia. Desde ontem, foram registrados pelas secretarias locais de saúde 1.237 óbitos. Ontem (5), o sistema marcava 97.256 mortes. Ainda há 3.544 óbitos em investigação.

O número acumulado de casos da doença chegou a 2.912.212. Nas últimas 24 horas, o painel do órgão recebeu a notificação de 53.139 novos casos das autoridades locais de saúde. Até ontem, a pasta havia contabilizado 2.859.073 pessoas infectadas desde o início da pandemia.

De acordo com o Ministério da Saúde, há 766.059 pacientes em acompanhamento, e 2.047.660 pessoas recuperadas da doença.

Os estados com mais mortes por covid-19 são: São Paulo (24.448), Rio de Janeiro (13.941), Ceará (7.893), Pernambuco (6.828) e Pará (5.835). As Unidades da Federação com menos falecimentos pela pandemia são: Tocantins (428), Mato Grosso do Sul (458), Roraima (538), Acre (552) e Amapá (594).

Vacina

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta quinta-feira (6) a medida provisória (MP) que abre crédito extraordinário de R$ 1,9 bilhão para viabilizar a produção e aquisição da vacina contra a covid-19, que está sendo desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca, em parceria com a Universidade de Oxford.

A transferência de tecnologia na formulação, envase e controle de qualidade da vacina será realizada por meio de um acordo da empresa britânica com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), vinculada ao Ministério da Saúde. Com isso, caso a eficácia do imunobiológico seja comprovada, o Brasil deverá produzir 100 milhões de doses. 

Da Redação e Agência Brasil

 

Deixe uma resposta