Número de mortes por Covid-19 cai pela 4ª semana seguida no Piauí

Boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde revela tendência de queda há um mês.

Pela quarta semana consecutiva, o Piauí mantém a tendência de queda no número de mortes por Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, informou hoje (3) a Secretaria Estadual da Saúde (Sesapi).

Segundo o painel, na 31ª semana epidemiológica, a mais recente, foram registradas 126 mortes por Covid-19 contra 192 na 27ª semana, o que representa uma queda de 34%.

A redução constante de óbitos é considerada pelos especialistas um importante termômetro sobre o controle da pandemia.

O pico de mortes alcançado no Piauí foi de 192 ocorrências na 27ª semana. Nos períodos seguintes foram apresentados estes resultados: 152 óbitos, na 28ª; 164, na 29ª; 143, na 30ª.

A tendência de queda no Piauí foi divulgada também no sábado (1º) pelo consórcio de imprensa, que usa os dados das secretarias estaduais de saúde.

O levantamento nacional também colocou o Piauí no mapa dos estados que apresentam a média móvel de queda em óbitos por Covid-19.

A redução dos óbitos é resultado das ações adotadas pelo Governo do Estado desde o início da pandemia, com a determinação para a suspensão de várias atividades econômicas, as campanhas educativas sobre os cuidados com higiene, uso de máscaras e distanciamento social.

O governador Wellington Dias atribui o bom resultado no combate à pandemia aos investimentos do governo e ao comportamento dos piauienses, que entenderam a necessidade de ficar em casa por longos meses.

“Fomos um dos estados do Brasil que mais demoraram a flexibilizar a quarentena, mas nossa decisão foi acertada. Conseguimos evitar o colapso no sistema de saúde e, mais do que isso: vamos completar um mês de reabertura sem que o número de mortes subisse, como aconteceu em outros estados que abriram o comércio antes da hora”, disse.

Casos em Teresina

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) registrou ontem (2) 37 novos casos de Covid-19 em Teresina e nove mortes causadas pela doença. Cinco delas ocorreram dia 1° de agosto, três dia 2 de agosto e uma dia 30 de julho, mas só entraram no sistema no domingo.

A capital tem agora 734 óbitos e 17.630 infectados pelo novo coronavírus. O número de pessoas recuperadas da doença também cresceu, chegando a 3.380.

Para reduzir a transmissibilidade da doença, durante os finais de semana na capital as regras de isolamento social se tornaram mais rígidas. Teresina registrou ontem um índice de isolamento social de 53%, segundo dados da startup InLoco. Com isso, a cidade ocupou, pelo segundo dia seguido, o primeiro lugar no ranking nacional, entre as capitais do país. No sábado (01), o percentual foi de 49,2%.

Com informações da CCom e Semcom

 

Deixe uma resposta