Teresina registra taxa de isolamento social de 55,7% no domingo

Os supermercados, mercados públicos, postos de combustíveis não funcionaram ontem na capital para melhorar a taxa de adesão à quarentena.

Teresina registrou, no domingo (12), isolamento social de 55,7%, segundo dados da startup InLoco. O índice é superior ao que foi registrado nos demais dias da semana e é resultado de medidas restritivas mais duras, implementadas pela Prefeitura de Teresina durante o final de semana. No sábado (11), com 51,8%, a capital registrou o melhor índice de isolamento social do país.

O levantamento da sturtup também mostra dados por região da cidade e, no domingo, a população que mais respeitou as medidas de isolamento social foi a residente na zona centro-norte, com 56,34%. Em seguida vem a zona sul, com 56,21%; a zona leste, com 55,75%, e a zona sudeste, com 54,22%.

Quando analisados por bairros, os índices de isolamento social foram maiores no Nova Brasília (64,60%), São João (63,90%), Jacinta Andrade (63,15%), Novo Uruguai (62,95%) e Basilar (62,67%). Na outra ponta da tabela, quem menos respeitou as determinações para ficar em casa foi a população dos bairros Socopo (43,60%), Santo Antônio (48,95%), Cabral (50,00%), Flor do Campo (50,57%) e Morros (50,83%).

Durante os finais de semana de julho, algumas atividades estão sendo restringidas com o objetivo de aumentar os índices de isolamento social e diminuir a disseminação do novo coronavírus. Aos sábados e domingos, podem funcionar apenas farmácias e drogarias; serviços de saúde; serviços de segurança e vigilância; serviços de delivery exclusivamente para alimentação pronta e situações comprovadas de urgências e emergências.

Nos últimos dias, Teresina ultrapassou a marca das 500 mortes causadas pela Covid-19, por causa disso, o prefeito Firmino Filho decretou luto oficial de três dias na capital. O ato simbólico é uma forma de expressar pesar e manifestar solidariedade às famílias e amigos das vítimas.

Semcom

 

Deixe uma resposta