Sem isolamento, Teresina voltará atrás na reabertura das atividades

O prefeito Firmino Filho disse que os próximos passos do processo vão depender do comportamento da população.
Prefeito de Teresina, Firmino Filho (Foto: Reprodução)

O prefeito de Teresina, Firmino Filho, disse hoje (6) nas suas redes sociais que o isolamento social continua, pois a pandemia do coronavírus não acabou e “teremos ainda uma longa batalha pela frente”. Em vídeo, ele pede ajuda da população para que não seja preciso dar um passo atrás na retomada da economia.

A reabertura das atividades começa nesta segunda-feira (6) com a liberação de setores como a indústria e a construção civil. “São atividades que conseguem se adaptar mais facilmente aos protocolos de segurança”, explicou o prefeito. Ele ressaltou que continuam fechados shoppings, escolas, restaurantes, entre outros.

Segundo Firmino Filho, o próximo passo deste processo, previsto para 13 de julho, vai depender dos teresinenses. “É o nosso comportamento que vai orientar a direção e a velocidade deste movimento. Se não for possível, não teremos outra escolha a não ser voltarmos atrás”, disse.

Até lá, as autoridades sanitárias farão o acompanhamento dos casos de novo coronavírus, número de mortes e capacidade de atendimento da rede hospital. Teresina tem quase 10 mil casos da doença, com 450 óbitos.

Por isso, o isolamento social é importante. Firmino Filho reconhece que o longo tempo da quarentena provoca desgaste, mas afirma que é necessário manter essa recomendação. “Só saia (de casa) se for extremamente necessário. Não esqueça a máscara e reforce os cuidados com a higiene”.

As medidas restritivas para o combater as aglomerações, o ambiente ideal para o contágio com o vírus, estão em vigor deste a segunda quinzena de março.

Veja o vídeo:

 

Deixe uma resposta