Isolamento em Teresina volta a cair e fica em 42,1%

A prefeitura adotou novas medidas restritivas para melhorar o índice de distanciamento na capital, no período entre quinta e domingo.

Apesar de o final de semana ter apresentado números maiores que 50%, as taxas voltaram a cair nos dias seguintes. Segundo o georreferenciamento da startup InLoco, o índice de isolamento social na capital ficou em 42,1% nesta terça-feira (30). Na segunda, o percentual já havia caído para 42,6%. Diante da baixa contínua dos índices, a partir da próxima quinta-feira (2) até domingo (05), a Prefeitura de Teresina vai intensificar as medidas de isolamento social na cidade, restringindo o funcionamento de algumas atividades.

O decreto Nº 19.868, assinado nesta terça-feira pelo prefeito Firmino Filho, busca conter o avanço da disseminação da Covid-19 e preparar a cidade para a retomada das atividades econômicas a partir do dia 6. Também foi decretado ponto facultativo nos órgãos públicos municipais nos dias 2 e 3 de julho, quinta e sexta-feira, para aumentar as taxas do isolamento social.

“Estamos nos preparando para a reabertura das atividades econômicas no município e temos que fazer um esforço ainda maior como forma de reduzir o número de internações, de óbitos e da transmissão da Covid-19. Esse isolamento social mais rígido se faz necessário para que possamos avançar na retomada das nossas atividades de forma segura para toda a sociedade”, afirma o prefeito.

Os dados da InLoco, que realiza o georreferenciamento smartphones em cidades de todo o território nacional monitorando a localização dos usuários quando se conectam à internet pelo celular, também mostram que Teresina nesta terça apresentou um melhor desempenho geral que estado do Piauí (40,39%) e também o Brasil (39,7%). Mas todos os números registrados seguem bem abaixo de 73%, percentual mínimo recomendado para diminuir o contágio de com especialistas e órgãos como o Ministério da Saúde e Organização Mundial da Saúde.

A InLoco disponibiliza ainda os números por regiões da cidade e a zona leste foi que a que apresentou os maiores índices de isolamento social da cidade, com 42,98%. Em seguida ficou a região centro-norte, com 41,92%, e sudeste, com 41,68%. Por último, ficou a zona sul, com 41,01%.

Quando se avalia por bairros, os que mais respeitaram as determinações de isolamento social foram o São João (49,2%), Noivos (48,4%), Parque Brasil (48,3%), a região da Frei Serafim (47,6%) e o Distrito Industrial (47,4%). Os que apresentaram os menores percentuais foram Parque Juliana (26,1%), Santo Antônio (32,95%), Alegre (35,5%), Vila São Francisco (36,9%), Parque Sul (36,92%) e Vale do Gavião (36,95%).

Semcom

 

Deixe uma resposta