Presidente do TJ-PI cassa liminar e manda fechar supermercados

Presidente do TJ-PI cassou a liminar da juíza Haydee Castelo Branco, que beneficiava os supermercadistas.

O presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, desembargador Sebastião Ribeiro Martins, cassou a liminar da juíza Haydee Castelo Branco e mandou fechar os supermercados de Teresina neste sábado (27).

O desembargador reconheceu a validade do decreto municipal que determinou a suspensão de várias atividades neste sábado e domingo, inclusive no ramo supermercadista.

A liminar saiu na noite de sexta-feira e foi concedida pela juíza de plantão. Ela levou em consideração o decreto estadual que não proibia o expediente daqueles estabelecimentos no sábado.

Com isso, as lojas abriram hoje, mas no início da tarde a decisão foi modificada pelo desembargador Sebastião Ribeiro Martins, obrigando-as a fecharem as portas.

Na acão de recurso, a Prefeitura alegou que o decreto tem como objetivo aumentar o índice de isolamento social para conter o avanço do novo coronavírus. O desembargador considerou procedente a iniciativa do município.

Falta de solidariedade

Mais cedo, através das suas redes sociais, o prefeito criticou a abertura das lojas e disse que “a insistência das grandes redes de supermercados por continuar com suas atividades normalmente diante da maior crise da história da cidade é uma demonstração clara de falta de solidariedade com a população de Teresina”.

Ele escreveu no Twitter que o setor representa a atividade econômica “que não pode reclamar de grandes perdas financeiras durante essa crise” provocada pelo novo coronavírus, por ser considerado serviço essencial.

Firmino Filho adotou medidas mais severas de isolamento social como parte do plano para retomar as atividades econômicas na cidade, de forma gradual, a partir do dia 6 de julho, após mais de 100 dias de quarentena.

Pelo mesmo decreto, postos de combustíveis e mercados também estavam proibidos de funcionar. Apenas farmácias, serviços de saúde, segurança e vigilância, delivery para alimentação e imprensa foram liberados.

Até agora, o Piauí registra 18.665 casos de Covid-19, doença provocada pelo vírus, e 592 mortes. A maior parte das ocorrências fica em Teresina: 7.098 infectados, com 335 óbitos.

 

Deixe uma resposta