Firmino Filho pede mais isolamento contra a Covid

A zona Sul da cidade tem maior número de casos e baixa adesão à quarentena.
A zona Sul de Teresina tem o maior número de casos (Foto: Edcícero)

Os bairros da zona Sul de Teresina têm chamado atenção das autoridades sanitárias pelo maior número de casos registrados do novo coronavírus. A região representa 34% da população da cidade. Lá, 42% das pessoas testaram positivo para a Covid-19, segundo resultado da nona etapa da pesquisa sorológica realizada na última semana pela Prefeitura de Teresina.

O prefeito Firmino Filho ressaltou a necessidade de fortalecimento do isolamento social e pediu apoio das lideranças comunitárias para a conscientização da população. Na quarta-feira (17), o índice de distanciamento ficou em 41% na capital e 40% na zona Sul. O acompanhamento é feito pela startup InLoco. A taxa ideal é de 73% para evitar contágio com o vírus.

O presidente da Associação dos Moradores do Residencial Betinho, James Miranda, afirmou que tem se mobilizado e se comunicado com as pessoas da sua comunidade através de um grupo de WhatsApp pedindo compreensão para o cumprimento das medidas restritivas.

“Nesse grupo tem 256 pessoas e estou sempre lembrando a importância de ficar em casa, de ninguém se arriscar. E também passo informações importantes como o número da Guarda Municipal, de como fazer se tiver com os sintomas, entre outras coisas”, contou.

James Miranda lamenta que algumas pessoas ainda dão pouca importância ao problema. “Conheço uma pessoa que achava que era besteira e acabou contraindo o vírus. Hoje ele pede pra todos ficarem em casa”, destacou.

Na zona Sul, a Prefeitura adotou várias medidas recomendadas pelos órgãos de saúde para conter a proliferação do novo coronavírus. As equipes da SDU reforçaram a fiscalização e estão atuando na organização das filas nas casas lotéricas para evitar a aglomeração de pessoas e reorganizaram a feira livre existente nos arredores do mercado público do Parque Piauí.

Os mercados públicos da região também estão recebendo as ações de sanitização, além de lavatórios para que todos possam lavar as mãos com frequência, uma das medidas de grande importância na prevenção ao vírus.

“O objetivo é manter um distanciamento entre uma barraca e outra, entre o feirante e seu cliente, e reservar um espaço mínimo para a circulação das pessoas com segurança”, disse o superintendente da SDU, Paulo Roberto.

Semcom

 

Deixe uma resposta