Justiça proíbe funcionamento do comércio em Barras, a pedido do MP

E mais: Igrejas reabrem em Timon; Piauí ganha 10 novos leitos de UTI e diminui o isolamento social em Teresina.

A pedido do Ministério Público do Piauí, a Justiça determinou hoje (16) o fechamento de 60 empresas que não tinham autorização para funcionar, na cidade de Barras.

Nenhum dos estabelecimentos fazia parte do grupo de serviços essenciais. Para o MP-PI, todos estavam desrespeitando as normas federais, estaduais e municipais de combate ao novo coronavírus.

Até o momento, Barras é a quarta cidade do Piauí em número de óbitos em decorrência da Covid-19. São 10 vidas perdidas, segundo o boletim da Secretaria Estadual da Saúde.

O município é o terceiro em registro de casos confirmados da doença, 341 ocorrências.

Igrejas reabrem em Timon

Em Timon (MA), as atividades religiosas estão liberadas, de forma gradativa, a partir desta terça-feira (16), de acordo com decreto da Prefeitura do município.

As igrejas e templos precisam se adequar ao cumprimento das medidas sanitárias estabelecidas pelo município, como uso de máscaras, definição de horário para funcionamento das instituições religiosas, com duas celebrações semanais.

As igrejas que só poderão ocupar 30% da capacidade física do ambiente, além de disponibilizarem banheiros, água, sabão e álcool gel, para higiene das mãos na entrada e saída das celebrações.

O município registra 35 mortes e 1.126 casos confirmados de novo coronavírus.

Mais leitos de UTI

O Piauí ganhou mais uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Os dez novos leitos foram instalados no Hospital da Polícia Militar do Piauí (HPM-PI).

Inaugurada nesta terça-feira (16), a UTI será um reforço no atendimento a pacientes com a Covid-19 no estado.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, o HPM agora é considerado um hospital de alta complexidade.

Isolamento social

A taxa de isolamento social em Teresina teve uma variação entre 41,4% e 51,7%, segundo os dados da startup InLoco, que acompanha o comportamento da população através do telefone celular.

O maior índice foi na zona centro-norte, 43%. A menor foi registrado na região Sudeste, 39,58%

O percentual continua abaixo do mínimo recomendado pela Organização Mundial de Saúde, para conter a disseminação do novo coronavírus, que é de 73%.

Enquanto isso aumenta o número de casos e mortes por Covid-19 na capital.

Atendimento pelo WhatsApp

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) lançou um novo canal para fazer o agendamento de teste para a Covid-19 nos familiares das pessoas que tiveram diagnóstico positivo para a doença e moram na mesma casa.

O Testa Teresina vai receber mensagens através do WhatsApp, no número 86 9425-1578. O objetivo é fazer o isolamento adequado das pessoas positivadas e conter a proliferação do novo coronavírus.

 

 

Deixe uma resposta