Após recorde de casos, Wellington Dias pede isolamento social

O governador do Piauí lamenta números do novo coronavírus e pede que a população “fique em casa” para evitar contágios.

O governador do Piauí, Wellington Dias, voltou a pedir mais adesão às medidas de isolamento social no estado, após tomar conhecimento do registro de 678 novos casos da Covid-19 nas últimas 24 horas. No Twitter, ele escreveu que esse número é “o mais alto” até hoje (16).

“Reafirmo aqui a importância do isolamento, do uso de máscara e da higienização. Quanto menos gente nas ruas, menor é a chance de proliferação”, escreveu o governador no Twitter, na noite desta terça-feira.

Ele completou a mensagem com um apelo à população no combate ao novo coronavírus: “Essa luta é de todos, conto com você!”.

Mais cedo, na mesma rede social, o governador comemorou a instalação de 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital da Polícia Militar (HPM) para tratamento de infectados pelo vírus. E também encerrou a mensagem com um pedido: “fique em casa”.

Na segunda-feira (15), Wellington Dias disse que não havia condições para a reabertura de novas atividades econômicas no Piauí, por causa do crescimento do número de casos e de mortes provocadas pela doença.

Na semana passada, ele relaxou as medidas de isolamento social para três setores: construção civil, clínicas e concessionárias de veículos.

A quarentena no Piauí foi iniciada na segunda quinzena de março. Escolas, comércio, academias de ginástica, salões de beleza e outros ramos, considerados não essenciais, suspenderam o funcionamento por força de decretos estaduais e municipais.

 

Deixe uma resposta