Teresina tem 30 mil infectados na fase de transmissão da Covid

O resultado da pesquisa epidemiológica realizada pela Prefeitura foi divulgado nesta quarta-feira.

Pelo menos 30.788 testaram positivo para Covid-19 em Teresina e ainda estão com o vírus ativo, transmitindo-o para outras pessoas, de acordo com o resultado da sétima pesquisa de investigação epidemiológica contratada pela Prefeitura do município.

Por outro lado, 703 pessoas estão imunizadas ou desenvolvendo a imunidade, e outras 10.551 estão imunes à doença. Os dados do levantamento foram anunciados hoje (3) pelo prefeito Firmino Filho. O estudo foi realizado no período de 29 a 31 de maio.

Os números do levantamento mostram que a quantidade de positivados é 42 vezes maior que os 1.771 casos confirmados oficialmente pelo Centro de Operações de Emergência da Fundação Municipal de Saúde (FMS), no domingo anterior à pesquisa.

“No período de um mês e meio a quantidade de pessoas infectadas na cidade foi multiplicada por 14,8, um crescimento explosivo. Passamos de 4.843 casos em abril para 72.042 pessoas que já foram infectadas pela Covid-19 na cidade”, afirmou o prefeito, em videoconferência com a imprensa.

“Nesta etapa da sondagem foi observado um crescimento de 44% no número de casos positivados em relação à sexta etapa, onde foram atestados 49.988 pessoas. A quantidade de infectantes, que está com vírus ativo e ainda não desenvolveu a imunidade, continua crescendo”, informou.

A pesquisa, realizada em parceria com o Instituto Opinar, faz também uma amostra sobre o comportamento do vírus na cidade. Nesta sétima sondagem, os dados mostram que o cenário segue a tendência da sexta coleta de dados.

Veja situação em Teresina por região, sexo, idade e ocupação (Arte: PMT)

A zona Norte, com 33% dos positivos, está em primeiro lugar, seguida da Sul (30%), Sudeste (20%) e Leste (17%). “Os dados mostram que a doença está espalhada na cidade como um todo”, ressaltou o prefeito. Segundo ele, as mulheres são 55% dos casos.

No que diz respeito à faixa etária, as pessoas com idade entre 25 a 34 anos lideram entre os positivados, com 21%. Em seguida, estão os grupos de 15-24 e 25-34 anos (18% cada), 45 a 54 anos (14%), 0 a 14 anos (13%), 55 a 69 (12%) e os maiores de 70 anos (3%).

Com informações da Semcom

 

Deixe uma resposta