Profissionais de academia de ginástica farão ato público “preciso trabalhar”

O evento será nesta quinta-feira, às 8h30, na Praça da Bandeira, no Centro de Teresina.

Os profissionais das academias de ginástica farão um ato público às 8h30 desta quinta-feira (28), na Praça da Bandeira, no Centro de Teresina, para cobrar a retomada gradual das atividades. O setor foi considerado essencial pelo presidente Jair Bolsonaro. Durante a pandemia do novo coronavírus, apenas os serviços incluídos nesta categoria podem funcionar.

De acordo com Demóstenes Ribeiro, proprietário de uma academia que leva o seu nome, o Piauí tem pelo menos 553 estabelecimentos do ramo registrados no Conselho Federal de Educação Física. Destes, 255 ficam em Teresina. Cada empresa tem uma média de sete funcionários, entre professores e setor administrativo.

As academias estão entre as primeiras empresas que suspenderam as atividades, em março passado. Com isso, centenas de empregados ficaram sem renda. Antes da paralisação, cada estabelecimento da capital registrada um faturamento médio, mensal, em torno de R$ 40 mil.

 

One thought on “Profissionais de academia de ginástica farão ato público “preciso trabalhar”

  • 27 de maio de 2020 em 19:59
    Permalink

    Eu concordo, todos precisam trabalhar, com os devidos cuidados. Os velhos que são de maior riscos devem continuar confinados até baixar os números de casos.

    Resposta

Deixe uma resposta